Estreia

Estreia

 

A Quena e o pífano

Bombo e zabumba

cavaquinho e charango

O acordeão: a gaita.

Os ritmos explicam grande parte do enredo de nossa história e presente…

Através desta observação, o impulso de criar um canal para difusão do acervo musical latino americano nos lançou ao projeto da Radio Maíz, um importante espaço dentro do que se propõe o Diferente, Pero no Mucho.

Se pensarmos na riqueza musical brasileira, oriunda de uma história que, em um primeiro momento contava com centenas de povos nativos vivendo por toda a extensão do espaço onde hoje chamamos de Brasil, com tais grupos cultivando particularidades em relação aos outros. Se pensarmos na violenta invasão europeia que, para dar cabo ao seu afã pelo enriquecimento, trasladou africanos para serem escravizado, e se pensarmos também que este amplo movimento aconteceu por toda a América… poderemos imaginar a riqueza sonora que cada lugar tem para oferecer aos nossos ouvidos.

Canções de lamentação, dor, de luta. Ritos, risos e ditos. Nosso ímpeto é de reverenciar aquilo que representa nosso próprio nome: Queremos mostrar da raíz a flor deste pé, e não importa a cor.

Radio Maíz: Ouvidos Abertos aos sons da América Latina!

Programa #001

  1. Susana Baca (PER) “Dos de febrero”
  2. Chabuca Granda (PER) “El fusil del poeta es una rosa”
  3. Eva Ayllon e Inti Illimani Histórico (PER e CHI) “Ritmos negros del Peru”
  4. Etelvina Maldonado (COL) “Llego la Cumbia”
  5. Totó la Momposina (COL) “tradicional Pozo Brillante”
  6. Orishas (CUB) “Naci Orishas”
  7. Lila Downs (MEX) “Sale Sobrando” e “La Cucaracha”
  8. Lilia Vera (VEN) “La Mariposa”
  9. Nicomedes Santa Cruz (PER) “De inga y mandinga”
  10. Tarancón (BRA) “Boquita de Cereza”
  11. Los Kjarkas (BOL) “Canción para mi hija”
  12. Leon Gieco (ARG) “Ruta del coya”
  13. Mercedes Sosa (ARG) “Polleritas”
  14. Inti Illimani (CHI) “Venceremos”